Solanáceas

no Brasil

FOTOGRAFIAS


As fotografias de gêneros e espécies nativas, subespontâneas e/ou cultivadas aqui representadas visam divulgar a beleza e a diversidade morfológica das Solanáceas, colaborando também, para o conhecimento dessas plantas.

Aos poucos a documentação fotográfica vem sendo ampliada com a divulgação de trabalhos recentes, realizados pelos pesquisadores ligados aos projetos florísticos das instituições científicas a qual estão vinculados. Belas  fotografias de espécies brasileiras e sul-americanas estão nesses projetos, indicadas no Links deste Site:

 - O Banco de Imagens de Plants Tropicais  da América Latina (Neotropical Plants images ) desenvolvido pelo Royal Botanic Gadens -Kew (Inglaterra) divulgando espécies de gêneros encontrados no Brasil (Acnistus, Brunfelsia, Cestrum, Datura, Grabowskia, Lycianthes, Markea, Nicotiana, Physalis, Schwenckia, Solanum e Witheringia). 

  - As plantas cultivadas nos   Arboretos do Jardim Botânico da Austrália e da Bélgica (Australian National Botanic Gardens e  National Botanic Garden of Belgium), são elementos de pesquisas, estudos de conservação e educação, além de oferecer mais um recurso auxiliar na identificação. 

  - The Plant Systematics Org oferece uma variedade de imagens dessa família  com informações a respeito da área de coleta.

Até o presente momento, espécies dos gêneros Acnistus, Athenaea, Aureliana, Bouchetia, Brugmansia, Capsicum, Cestrum, Dyssochroma, Hyoscyamus, Juanulloa, Lycianthes, Nicandra, Nicotiana, Nierembergia, Petunia, Physalis, Salpichroa, Solandra, Solanum, Vassobia e Witheringia podem ser admirados na Galeria deste Site.

As fotografias apresentadas para gêneros e espécies nativas, subespontâneas e/ou cultivadas foram efetuadas no local de coletada, algumas inéditas, e outras foram obtidas on-line em Sites relacionados nos Links. Algumas destas foram, gentilmente, cedidas por colegas que realizaram expedições científicas nas localidades citadas e a planta herborizada está  registrada  no Herbário  RB para estudos científicos.

Crédito – M. G. Bovini; L.A.Mentz; V. Flinte; M.Vignoli-Silva; K.G.Kissmann, R. M. R. Fernandes, Herschell d’A. Freire de Carvalho e L.d’A. Freire de Carvalho.

RELAÇÃO DE TAXONS DOCUMENTADOS:

Acnistus arborescens (L.) Schltdl.

Athenaea picta (Mart.) Sendtn

Aureliana fasciculata var. longifolia (Sendtn.) A.T.Hunz. & Barboza

Bouchetia anomala (Miers) Britton & Rusby

 Brugmansia suaveolens (H.B. ex Willd.) Bercht. & Presl.

Cestrum bracteatum Link & Otto

Cestrum corymbosum Schltdl.

Dyssochroma longipes (Sendtn.) Miers

Dyssochroma viridiflora (Sims) Miers

  Hyoscyamus albus L.

Juanulloa aurantiaca Otto & A.Dietr.

Juanulloa parasitIca Ruiz & Pav.

Lycianthus rantonnei (Carrière ) Bitter

Lycianthes repens (Spreng.) Bitter

Lycium cestroides Schltdl.

Nicandra physalodes (L.) Gaertn.

Nicotiana alata Graham

 Nierembergia gracilis Hook.

Nierembergia linariifolia Graham

Petunia axillaris (Lam.) Britton ,Sterns & Poggenb.

Salpichroa origanifolia (Lam.) Thell.

Solandra grandiflora Sw.

Solandra paraensis Huber ex Ducke

Solanum americanum Mill. var.americanum

Solanum argenteum Dunal

Solanum cernuum Vell.

Solanum enantiophyllanthum Bitter

Solanum elaegnifolium Cav.

Solanum lhotskyanum Dunal

Solanum megalochiton Mart.

Solanum melissarum Bohs

Solanum palinacanthum Dunal

Solanum variabile Mart.

Solanum warmingii Hiern

Vassobia breviflora (Sendtn.) Hunz.

Witheringia solanacea L’Hér.

Aceitamos doações de fotografias acompanhadas da indicação do local de coleta/data e do herbário onde foi depositada a exsicata.

=> Galeria de Imagens